...

Ídolos: a origem dos ciclos de morte

igreja viva | publicado há 3 dias

No antigo testamento podem ser encontradas histórias de famílias comuns, como a família de Jacó, da qual o texto “Como romper com ciclos destrutivos" retrata bem.

Entretanto, um ponto de atenção ainda não citado a respeito da origem dessa família é a respeito do lar de Raquel, que possuía ídolos. 

 

Gênesis 31:19 diz:

“Enquanto Labão tinha saído para tosquiar suas ovelhas, Raquel roubou de seu pai os ídolos do clã.” 

O texto fala que Raquel roubou os ídolos físicos de seu pai, mas será que os ídolos daquela casa eram somente as estátuas?


Diante da palavra “idolatria” é comum imaginar estátuas das quais pessoas prestam reverência. Mas, estes objetos apenas revelam para o exterior, ídolos que estão ocultos no coração humano.


Existe uma frase muito famosa de João Calvino que fala de forma direta a respeito desse assunto: “O coração humano é uma fábrica de ídolos."

Isso significa que, mesmo seguindo princípios cristãos, você está suscetível a desviar seu olhar para algo que faz parte da criação e se apegar ao ponto de transformá-lo em um ídolo.


Entre os ídolos que podem ser facilmente encontrados nos dias atuais  estão, a vaidade, a autopromoção, relacionamentos afetivos, ganância, carreira, família, filhos, amor a si mesmo, entre outros.

Ou seja, tudo que ocupa o trono do seu coração no lugar de Deus é um ídolo.
Eles podem nascer a partir de desejos, amores, medos e até angústias. Ignorá-los não faz com que deixem de existir, mas permite que aumente de proporção, te afastando cada dia mais do Senhor e desencadeando ciclos de destruição à sua volta.

A maioria dos comportamentos que desencadeiam situações desastrosas surgem a partir da idolatria.

Em Gênesis 38, encontramos a história de quando Judá se deita com sua nora sem saber. Situação que foi o resultado de dezenas de escolhas erradas que ele fez ao longo de sua trajetória, baseado no amor a si mesmo, na autossuficiência e na busca pelo prazer distante do Pai. 


 

Ele se afastou de sua família e começou a viver baseado nos desejos de sua carne. A consequência disto veio ao se deitar com a mulher que deveria se casar com seu filho, a confundindo com uma prostituta, tendo seu pecado exposto por ela diante de pessoas que o conheciam.

Para viver uma vida plena, quebrando com ciclos de morte gerados pelo amor aos ídolos do seu coração,  é necessário que você pare de encontrar justificativa para seus pecados e se exponha com sinceridade diante de Deus. Sem desculpas ou meias palavras. 

 

A graça de Deus é poderosa o suficiente para romper com qualquer situação de morte espiritual em sua vida, sua família e transbordar sobre suas próximas gerações. 

Judá foi alcançado pela misericórdia do Senhor após ser exposto, e tendo sido transformado, recebeu a honra de dar continuidade à descendência da qual viria Jesus Cristo (citado na Sagrada Escritura como “O Leão da tribo de Judá”).


A graça que alcançou a vida desse homem também está disponível para você e sua descendência.E Deus também pode intervir para romper com os ciclos de destruição que você tem vivido, mas para isso você precisa se posicionar e tomar decisões práticas, como:

 

- Decidir confessar: 

Diante de Deus e de quem você machucou, feriu ou prejudicou.


 

Decidir se arrepender:
Tomar uma nova postura e assumir novas atitudes.


- Decidir ser feliz em Deus:
Avaliar as fontes de prazer e felicidade em sua vida, com a firme decisão de se afastar de tudo que ocupa o lugar do Senhor.

Essas simples decisões são a chave para que você desfrute de uma relação de proximidade com o Pai, quebrando com ciclos destrutivos gerados pela idolatria e aprendendo a construir laços sadios com aqueles que estão próximos a você.


Acompanhe as mensagens da série “De volta ao fundamento” para entender melhor como aperfeiçoar seus relacionamentos familiares, a partir da graça transformadora que o Senhor tem reservado individualmente para você. 

As mensagens dessa semana são relacionadas ao tema que foi abordado e estarão disponíveis logo abaixo. Confira:
 

VIDA IBB

...
igreja viva | publicado há 1 semana
PGM
...
igreja viva | publicado há 1 semana
#culto-domingo

ver todas