...

O que você precisa saber para amar como Jesus

Igreja Viva | publicado há 2 meses

Em setembro de 2022 a IBB celebrou 63 anos de uma igreja viva. 
Durante o mês foram ministradas diversas mensagens sobre o papel que cada membro da igreja deve ter como um agente do reino, que vive por um legado.

Deus tem se revelado com grandes feitos ao longo dessas décadas, principalmente por meio dos membros que tem atendido o chamado de Cristo. 

E a mensagem do último domingo, 25 de setembro, trouxe pontos muito importantes a respeito de como amar baseando-se nas características do amor de Cristo, expresso através das relações, do serviço e maturidade cristã. 

O texto base para reflexão foi João 13:33-35:

"Meus filhinhos, vou estar com vocês apenas mais um pouco. Vocês procurarão por mim e, como eu disse aos judeus, agora lhes digo: Para onde eu vou, vocês não podem ir. "Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros". 

A palavra amor tem perdido seu sentido pela inconstância das relações em um ambiente líquido expresso pelo sociólogo Zygmunt Bauman.

Contudo, o modelo de amor a ser seguido pelos filhos de Deus não se restringe à instabilidade das relações sociais, mas se espelha nas verdades eternas que são expressas na pessoa de Cristo.

Na vida de Jesus é possível encontrar três dimensões importante a respeito do amor: 

1 Amar através de relações

Ao pensar na dimensão relacional do amor, a primeira análise a ser feita é sobre o relacionamento com Deus. Pois é por meio de uma relação sadia com o Senhor que o verdadeiro amor é revelado ao homem.

Ao longo de seu ministério Jesus estabeleceu um exemplo perfeito de como priorizar o Pai, separando tempo para estar apenas em sua presença. 

Logo, se deseja viver como um discípulo, é necessário que você também estabeleça como prioridade seu relacionamento com o Senhor, através da oração e do estudo da palavra. 
Só assim conseguirá vivenciar relacionamentos fraternos sadios com o próximo.

2 Amar forjando maturidade

Ao cultivar um relacionamento próximo com o Pai o pecado torna-se repugnante e a transformação de vida começa a acontecer de forma natural, pois essa é a vontade de Deus. 

Max Lucas escreveu sobre isso:

Deus o ama tal como você é, mas se recusa a deixá-lo assim. Ele quer que você seja simplesmente como Jesus. Max Lucado (Conf. Romanos 8.29; Efésios 4.22-24).  

Ou seja, uma comunidade que ama como Jesus não se contenta com relacionamentos apenas agradáveis, fiéis e significativos. Mas trabalha para que essas conexões  sejam também uma base formativa sólida, que proporciona crescimento e conduz à maturidade cristã.  

3 Amar através do serviço

No livro de João capítulo 13 Jesus  lava os pés de seus discípulos.
Nessa época quem lavava os pés das pessoas eram os menores os escravos da casa,  mas ao fazer isso Jesus revela que essa hierarquia de pessoas não existe diante de Deus. 
Todas precisam ser igualmente acolhidas, amadas e servidas. Pois todas são imagem e semelhança do Senhor.

Posteriormente Paulo fala sobre isso:

“Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus.” (Gálatas 3:28)

Sendo assim, amar como Jesus amou implica em serviço, em se mover em direção a necessidade do outro e levar a luz do evangelho a toda criatura;

Ore agora com (Mateus 22:37)  e (João 13:33-35), colocando seu coração diante do Senhor para que consiga identificar através do Espírito Santo, os pontos que ainda precisam ser ajustados, em direção ao alvo de amar assim com Jesus.

Confira também a mensagem do nosso ultimo culto, que se relaciona ao tema:

VIDA IBB

...
Igreja Viva | publicado há 3 dias
#pinhais
...
Igreja Viva | publicado há 4 dias
#culto-domingo

ver todas